Categoria: Blog

Blog

Marche!

 

“Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.” Êxodo 14:15

Sabemos que nossa vida é cheia de altos e baixos e o próprio Jesus nos alertou sobre isso (João 16:33). Quando os problemas aparecem, é comum olharmos para o céu e perguntar a Deus: e agora?

Na passagem citada, o povo hebreu havia escapado das mãos de Faraó quando o mesmo mudou de ideia e começou a persegui-los. No meio da fuga se depararam com o Mar Vermelho a sua frente e restou-lhes apenas clamarem a Deus por um milagre. Mas Deus os surpreendeu dizendo que não era para orarem e sim para marcharem. Mas como assim? Não devemos orar quando estamos com problemas e dificuldades? Sei que parece contraditório mas Deus quis mostrar ao povo que Ele já havia estabelecido a liberdade e a nova terra que havia prometido, sendo assim, nada iria impedir isso. Existem pequenos obstáculos que irão aparecer em nossas vidas e não podemos parar achando que tudo está perdido. Saiba que Deus tem tudo sob controle, apenas tenha fé e confie. Se existe um Mar Vermelho em sua frente ele vai se abrir ou você ira andar sobre ele.

O que tem impedido você de marchar? Marche!

Fique na paz de Cristo!

Leandro Henrique

Blog

O caminho da maturidade

 

 

“E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado, até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.
O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro.
Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.”
Efésios 4:11-15

Nossa vida é feita de fases e para cada uma delas nos comportamos do jeito apropriado para a idade. Primeiro somos crianças onde somos totalmente dependentes de nosso pais (comer, nos vestir, tomar banho), passando para a adolescência que é uma fase de descobertas, indo para a fase adulta onde nos consolidamos e nos estabelecemos na vida profissional e financeira e finalmente a velhice onde compartilhamos toda nossa sabedoria que adquirimos com o tempo. Isso é o normal pois é o ciclo da vida. São fases normais do ciclo da vida na qual não temos opção de escolher ficar ou não.
Nossa vida espiritual funciona da mesma maneira que o ciclo da nossa vida. Nascemos de novo e somos como crianças aprendendo a engatinhar na fé. Logo após vem a adolescência onde fazemos descobertas do evangelho. Na fase adulta já conseguimos caminhar sozinhos e temos uma estabilidade emocional e espiritual. Já na velhice” temos tamanho conhecimento e intimidade com Cristo que ajudamos outras pessoas com nossas experiencias espirituais. Mas o que isso tem a ver com o que Paulo disse aos Efésios?
Infelizmente é muito comum ver cristãos estagnados na caminhada com Cristo. Vejo muitas pessoas com 10, 15 e até 20 anos de igreja mas que ainda agem como crianças na fé. Já imaginou uma pessoa de 20 anos agindo como uma criança de 5? Seria no minimo ridículo! Há uma grande diferença entre depender de Deus como nosso jardineiro no qual ele nos poda para crescermos e darmos mais frutos (João 15) e depender Dele apenas para coisas que lhe apraz. A fase de criança é, até um certo tempo, necessária para darmos os primeiros passos na fé. Mas ela não pode ser eternal. Não podemos depender de pessoas para passar a mão na cabeça quando erramos ou que orem por nós sempre que temos um problema. Não estou dizendo que você não deva pedir oração, mas que tenhamos um nível de maturidade no qual saibamos que nossas orações são ouvidas e têm poder para mover montanhas.
Ao não caminharmos rumo ao crescimento na fé, acabamos atrasando as bençãos de Deus nas nossas vidas. Deus tem bençãos guardadas para todos nós, mas infelizmente ele não as libera devido a maturidade de seus filhos. Imagina dar um Ferrari para uma criança, como seria? É a mesma coisa conosco e por amor ele não nos deixa desfrutar de coisas maravilhosas que Ele reservou pra nós. O problema não é estar na situação que você está agora, mas é que esta situação era pra você ter vivido tempos atrás e já era pra você estar em outro patamar. Veja o que o autor de Hebreus diz:

“Quanto a isso, temos muito que dizer, coisas difíceis de explicar, porque vocês se tornaram lentos para aprender.
De fato, embora a esta altura já devessem ser mestres, vocês precisam de alguém que lhes ensine novamente os princípios elementares da palavra de Deus. Estão precisando de leite, e não de alimento sólido!
Quem se alimenta de leite ainda é criança, e não tem experiência no ensino da justiça.
Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal.”
Hebreus 5:11-14

Deus deseja o nosso crescimento Nele para que possamos ter um relacionamento mais profundo e para que sejamos abençoados. Lembre-se: A criança não pode tocar na herança até que se torne adulta. Que conheçamos e prossigamos em conhecer mais a Cristo e nos tornemos estáveis na fé!

Deus abençoe!

Leandro Henrique

Blog

Mas afinal, por que eu deveria participar do Conecta?

 

Há alguns dias abrimos as inscrições do Conecta e recebemos dúvidas como: Por que participar? Quem pode ir? Como vai funcionar?

Por isso, não poderíamos deixar de enumerar algumas boas razões pra que você não fique de fora desse treinamento. Segue nossa lista de razões para aumentar ainda mais sua vontade de participar e que responde algumas dessas dúvidas. Então lá vai!

No Conecta você:

1. Tem a oportunidade de aprender ferramentas para ser um mobilizador de missão por onde quer que vá.

2. Recebe instruções que vão do planejamento a execução dos projetos.

3. Melhora sua capacidade de liderança, aprendendo muita informação sobre o assunto.

4. Descobre estratégias para manter acesso seu relacionamento com Deus.

5. Participa de ativações poderosas.

6. É treinado para ser um cristão profético e direcionado a ouvir ainda mais a voz de Deus.

7. Fica por dentro do panorama da missão no Brasil e no mundo.

8. Conhece jovens do Brasil inteiro e, ainda por cima, faz bons amigos.

9. Revê os amigos missionários que participaram do Treina com você!

10. Sai preparado para colocar a mão na massa e cheio de boas ideias na cachola.

11. Você se torna parte da equipe de mobilizadores locais da Malta.

12. É bom e é nosso!

 

Eaí, não perca mais tempo, inscreva-se aqui!

Blog

Saiba como foi o Projeto Ribeirinhos 2018

Sexta-feira, 07 de setembro, Ariri/SP

Hoje o dia começou com uma devocional, que falava sobre amor.
Logo em seguida as equipes foram divididas. Uma parte da equipe foi pintar o projeto Bem Pescado, servirá como uma cooperativa para ajudar os Ribeirinhos com a venda dos peixes por um valor melhor e, consequentemente, os valores obtidos ajudariam a dar início a novos projetos para ajudar a vila de pescadores.
Outra equipe ficou responsável por pintar as salas de aula da base da MEAP e começar a preparar a EBF, que seria no dia seguinte, à tarde.
No período da noite tivemos a Reunião das Mulheres, onde as meninas fizeram o louvor e ministraram a palavra.
Também tivemos um momento para compartilhar a palavra com os meninos do projeto Craques de Cristo, que estava acontecendo na quadra da MEAP. Depois também jogamos bola com eles.
Após o jantar, tivemos um momento para compartilhar, contando as experiências das missões daquele dia.

Daniel Alves – Igreja Metodista Jd. Campos Elísios, Campinas/SP 5ª Região

 

Sábado, 08 de setembro, Ariri/SP

Na manhã deste sábado, levantamos cedinho, tomamos um desjejum reforçado e tivemos um momento de oração (devocional) para nos alimentarmos da palavra, a palestrante da vez foi a Karolyne (do Rio de Janeiro), palavra dela foi abençoadora e edificante.

Em seguida, fizemos uma roda de oração e oramos um pela vida do outro, e assim demos início aos trabalhos do dia.

A turma foi divida, sendo que uma parte ficou na base da MEAP (terminando algumas atividades para a tarde e a outra parte partiria para a ilha vizinha, para evangelização em campo.). Foram 20 minutos de viagem, e foram 20 minutos de agradecimento a Deus, pela sua magnitude, amor e perfeição com tudo.
Enfim chegamos a ilha, Marujah, e lá nos deparamos com vários moradores, falamos do amor de Deus para eles, louvamos e prestamos assistência básica, e em todos os momentos tanto eu, quanto os outros do meu grupo sentimos que aquele povo tinha cede de amor e cuidado, que além de serem um povo humilde, necessitavam se sentirem amados, o verdadeiro e genuíno amor de Cristo.
Pela noite tivemos culto com os jovens e quem trouxe a palavra foi a Celina, contou suas experiências e senti que muitos jovens foram tocados com isso, logo em seguida tivemos um momento de recreação com os jovens, no qual, possibilitou interagir mais e conhecer a cada um melhor.
Este dia foi um dia de grandes experiências e para mim foi um dia extremamente impactante, fui com a missão de levar o amor de Deus para aquelas pessoas, mas sinto que recebi muito deles também.

Bruna Lopes Manzi – Igreja Metodista 3ª Região

 

Domingo, 09 de setembro, Ariri/SP

O Sol nasceu e, com ele, mais uma oportunidade de iluminar o dia de alguém com a luz de Cristo. Após um momento de alimento para o espírito e para o corpo, a equipe mais uma vez se dividiu. Uma parte do grupo permaneceu na comunidade do Ariri para evangelismo de porta em porta, e uma parte partiu de barco em direção ao pontal. No caminho encontramos o primeiro convertido da ilha! Mesmo sendo novo na fé ele nos abençoou orando por nós e nos contou que já divide o que recebe do Pai com um outro morador, discipulando ele sempre que possível. Tivemos o privilégio de conhecer histórias de vida que serviram de inspiração para nós e também como um lembrete de como as pessoas estão sedentas por atenção e cuidado. Após o almoço, reunimos toda a equipe para dar continuidade ao evangelismo pelo Ariri. Deus se fez presente em todo tempo: na beleza dos artesanatos, no sorriso das pessoas e até na alegria do fandango caiçara que não deixamos de apreciar! À noite não foi diferente. A palavra trazida no culto impactou nossos corações e a comunidade e, então, fomos agraciados com um amor que não se pode explicar ao nos despedirmos da comunidade. A alegria do retorno para casa se misturava à vontade de não mais sair daquele lugar. Arrumamos as malas e nos preparamos para o retorno com a certeza de que recebemos de Deus muito mais do que achamos que poderíamos ofertar. Finalmente, partimos com nossos corações em chamas por aquelas pessoas, pelo Ariri, pelos integrantes do MEAP e, mais do que tudo, por Cristo!

Nathani Cristina – Igreja Metodista Penápolis/SP 5ª Região

 

Assim foi o Projeto Ribeirinhos 2018. Voltamos com o coração esperançoso de poder continuar essa obra que o Senhor começou através de nós.

 

As fotos oficiais do projeto podem ser acessadas pelo nosso flicker. Acesse aqui!

Blog

Você está disposto a mudar seu destino?

 

E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;
E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.
E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.
E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.
E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.
E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.
E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.
E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador.
Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito.
E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.
E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram.

Lucas 5:1-11

Nesse mês de setembro estive em um projeto missionário em parceria com o MEAP (Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores) no qual fizemos evangelismo com famílias de pescadores e trabalho com crianças e adolescentes. Enquanto estive no projeto, me lembrei dessa passagem na qual Jesus os convida para que o sigam. Mas por que Jesus os escolheu? Por que ele nos chama sabendo que nos sentimos incapacitados de realizar sua obra? O que Ele procura? O que fazer e o que acontece quando obedecemos? Separei alguns pontos que falaram comigo:

1. Jesus chama os que estão ocupados – Jesus sabia que o trabalho seria difícil e por isso precisava de pessoas empenhadas na missão. Enquanto os discípulos lavavam as redes, Jesus os avistou e entrou no barco.

2. Jesus te tira da zona de conforto – A partir do momento em que aceitamos participar do ide, seremos obrigados a sair da zona de conforto. Jesus ordena para tirarem o barco da margem e levarem para águas mais profundas. Por quê? Porque é onde havia mais peixes. Jesus quer te levar para lugares onde há grande quantidade de pessoas a serem pescadas.

3. Reconhecer Jesus – Note que a primeira palavra que Pedro diz a Jesus sem o conhecer é “Mestre”. Devemos estar cientes que Jesus é Mestre em nossas vidas e que tudo que fazemos é para honra e glória do seu nome.

4. Obediência gera resultados – Pedro tentou colocar um empecilho dizendo que já havia tentado, mas obedeceu. E qual foi o resultado? Redes fartas de peixes. A obediência gera frutos que jamais imaginaríamos colher.

5. Mudança de destino – Após tudo isso, Jesus deu um novo rumo à vida dos discípulos. Agora eles seriam pescadores de gente. A partir do momento em que Ele entra em nossas vidas, há uma mudança de destino.

A escolha de Jesus pelos 12 não foi em vão. Havia personalidades diferentes entre eles, mas o amor pela obra fez com que eles se unissem por um propósito: cumprir o ide. Por muitas vezes nos achamos incapazes de contribuir em algo para o reino de Deus na terra, mas tudo que Jesus precisa é de um coração disposto a servir. Você está disposto?

Fiquem na paz de Cristo!

Leandro Henrique

Blog

Recalculando a rota do seu dia

Não somos disciplinados com as coisas que realmente importam. Temos hábitos enraizados para tanta bobagem, mas não conseguimos ser persistentes em costumes que realmente nos fazem crescer. Todo cristão sabe que a oração é à base de um relacionamento com Deus, que a leitura da bíblia é vital para a manutenção da fé dentro de nós e que não colocar esses ensinamentos em prática é uma estupidez comparável a de alguém que passou a vida inteira aprendendo a ser honesto, mas resolve se corromper na primeira “tentação”.

Sabemos qual caminho temos que seguir, porém o que nos falta mesmo é persistir. Persistir em ter encontros diários com Deus mesmo quando tiver “encontros” marcados por aí. Persistir em estudar a palavra mesmo quando a exigência do dia também seja estudar um monte de outras coisas. Persistir em fazer o que é certo mesmo quando o certo parece bobo pra muita gente. Acho que a palavra certa seria priorizar. Não sei qual tem sido a sua prioridade, mas sei que a maioria das coisas que damos tanto valor ficarão para trás.

Quanto vale a sua alma? Quanto vale deixar de alimentar sua fé? Será que dá pra mensurar? Sei que quanto mais praticamos, mas perto da perfeição ficamos. Mesmo que tenha que esmigalhar sua carne, opte por hábitos saudáveis para sua vida espiritual. Insista, não desista!



Blog

Saiba como foi | Projeto Panamá 2018

 

 

Louvamos a Deus pelo tempo que Ele nos proporcionou no Panamá. Foram dias de muito aprendizado, entrega, companherismo e do trabalhar do Senhor em nossas vidas. Estamos gratos por tudo aquilo que Deus nos permitiu viver, por cada panamenho que conhecemos, pela Igreja Metodista no Panamá, em especial, a do Pedregal que nos recebeu com tanto carinho, aos jovens panamenhos que nos acompanharam durante os dias do projeto… Enfim, muitas são as razões para sermos gratos. Reunimos abaixo os relatos do nosso dia a dia e algumas imagens, confira!

 

DOMINGO, 15 DE JULHO

Ufa! Aqui estamos.
Ao desembarcar no aeroporto de Tocumen, Panamá ,e sentir o clima quente , após horas intermináveis de vôo, é a hora de saber: você chegou. E aqui, se chega a tantos lugares….
Se chega ao lugar de superação dos próprios limites, ao lugar de fé por ver a provisão de Deus , ao lugar de consolidação de ministério.
O Panamá te abraça na pessoa das crianças alegres e coloridas, na pessoa das mulheres com seus olhares acolhedores, no dia a dia ao lidar com cada “hermano/hermana”.
Com certeza, na hora de ir embora haverá aquele choro de saudade, de vontade de conversar mais um pouco, de conhecer mais um pouco….
Mas , por hora começamos, chegamos e prosseguimos em conhecer a Deus e aos irmãos panamenhos.

Fabiana Brandão, 1ª RE

SEGUNDA-FEIRA, 16 DE JULHO

Deus nos deu a oportunidade de visitar muitos lugares na segunda-feira, primeiro fomos a uma escola, CEFACEI, na qual pudemos falar do amor de Deus para aproximadamente 60 crianças. Foi a primeira escola que visitamos, as primeiras crianças e professoras que abordamos e nos surpreendeu o agir de Deus em todas elas, mas principalmente em nós. Depois fomos a uma escola experimental, com crianças portadoras ne necessidades especiais, e se pensamos que a primeira escola foi bênção, mal sabiamos do que Deus tinha preparado pra nós. O olhar inocente de adultos e crianças tão puros, e que transbordavam de alegria pela nossa visita nos fez refletir o quanto Deus ama e cuida daquelas pessoas, e o quanto Ele quer usar as nossas vidas para transmitir esse amor e cuidado. Por último fomos visitar um asilo, e se tem algo que temos aprendido aqui no Panamá, é que Deus tem muitos mais pra fazer com as nossas vidas do que podemos pensar, e Ele nos prepara pra momentos que jamais imaginaríamos ser capazes de viver, mas que com Ele, vivemos. E estar nesse asilo emprestando nossos ouvidos, compartilhando do amor daquele que nunca nos deixa só, foi uma experiência tremenda, não só para os que receberam nossa visita, mas pra nós também. Se é que posso resumir esse dia, me arrisco dizendo que a bondade de Deus é maior que que a pureza daquelas crianças, o carinho de Deus maior que aquele transmitido pelos alunos da escola especial, e seu cuidado maior que daqueles idosos por aqueles que os cercam. Falar desse amor gigante é nossa alegria, e reconhecer no nosso próximo um pedacinho do caráter de Deus nos motiva a continuar transformando nosso próprio caráter, absorvendo conhecimento em todos os lugares que vamos para poder transmitir ainda mais de Deus.

Júlia Mara Gonçalves, 5ª RE

TERÇA-FEIRA, 17 DE JULHO

Nosso alvorecer aconteceu as 05 horas da manhã já como nossa equipe intercessora, buscando a doce presença do Espírito Santo e blindando nossas vidas e acima de tudo buscando novas frentes para a execução e qualitatividade dos trabalhos realizados neste dia.

Muito cedo, nossa equipe já estava empenhada a realizar com muita alegria e dedicação os trabalhos propostos pela coordenação da equipe e assim prosseguir com excelência em nosso trabalho.

Neste dia tivemos a oportunidade de ministrar no Instituto Panamericano – IPA, ao qual pela primeira abriu suas dependências para que a Agência Malta e equipe pudéssemos executar trabalhos missionários alusivos a arte missionária.

Aproximadamente 300 juvenis participaram das atividades propostas e foi um tempo singular e qualitativo, que oportunizou um mover extraordinário e a certeza de que o melhor estaria por vir. Através de canções evangelísticas e um teatro contemporâneo denominado Escolho Deus, ao qual fora evidenciado questões alusivas a vivência dos juvenis e jovens, e como devem escolher e posicionar-se frente a realidade e os desafios da contemporaneidade e suas ofertas. Com destreza e excelência, nossos jovens oportunamente lançaram mão deste recurso artístico para atrair a atenção dos juvenis que participaram de forma satisfatória e positiva. No tocante a perspectiva do dia, fomos encorajados, atentando sempre para a ministração específica a idade proposta.

Danilo Geraldo Damasceno Fernandes, 5ª RE

QUARTA-FEIRA, 18 DE JULHO

A cada dia podemos sentir mais perto a presença e poder do Senhor. Hoje começamos o dia abrindo as portas da igreja para um café com os taxistas do bairro do Pedregal. Deus agiu tremendamente e uma oportunidade de trabalhar com os adolescentes do bairro apoiando o trabalho de um dos policiais se abriu.
Tivemos um tempo de ministração do Senhor pela vida da Shirley que nos fez refletir sobre o que pode estar nos impedindo de fazer aquilo que Ele nos chamou.
Pela tarde tivemos a oportunidade de apoiar o trabalho no ponto missionário em Chorrera. É como um conjunto habitacional mais afastado e humilde onde há uma igreja em uma das casas. Fizemos evangelismo de porta em porta onde pessoas se renderam a Ele e estavam abertas a ouvir sobre Jesus. Durante o evangelismo, convidamos as crianças para participar do culto que faríamos pela noite. Esperávamos cerca de 40 crianças, mas Deus nos surpreendeu em sua infinita bondade e tínhamos mais de 80 crianças reunidas ali para cantar, dançar e ouvir a palavra ministrada na forma de teatro. Uma das mães ali presentes ficou muito feliz com o trabalho desenvolvido e colocou sua casa à disposição para realização de culto.
É incrível ver e experimentar do amor de Deus em cada momento, os corações quebrantados e rendidos aos pés do Senhor.
Sabemos que Ele tem muito mais a fazer aqui e louvamos agradecidos por tudo que tem feito!

Nathália Cristina Torres Mariani, 5ª RE

QUINTA-FEIRA, 19 DE JULHO

EM BREVE

Heber Leite Jorge, 5ª RE

SEXTA-FEIRA, 20 DE JULHO

Hoje pela manhã o Pr. Felippe nos ministrou a palavra. Deus tem um plano perfeito para cada um de nós e não podemos ter nossas vidas amarradas a pessoas que não enxergam aquilo que Ele deseja para nós. Logo em seguida fomos até Panamá Viejo, onde fizemos um evangelismo de porta em porta. Oramos, cantamos e conversamos com várias pessoas que necessitavam conhecer o amor de Deus. A noite tivemos o culto ao ar livre na igreja e mesmo com chuva, muitas pessoas compareceram para ouvir a palavra.

Leandro Henrique Moura Camelo, 5ª RE

SÁBADO, 21 DE JULHO

EM BREVE

Tarso Cassemiro Castro de Sousa, 1ª RE

DOMINGO, 22 DE JULHO

O dia 22/07, um domingo de muita chuva, foi especial para cada um dos missionários e para alguns panamenhos também. Fomos presenteados pela Igreja Metodista em Pedregal com um café da manhã típico do Panamá, riquíssimo em sabores e algumas variedades. Era linda a alegria das cozinheiras panamenhas em nos servirem, nos tocando com seu amor.

Depois do café da manhã, a igreja se reuniu para aprender mais da Palavra, que traz vida e luz para panamenhos, brasileiros e muitos outros povos. O meu irmão Wesley, a quem eu gosto muito de chamar Weslindo, ministrou nessa escola dominical e deu seu testemunho de como encontrou a Cristo. Depois prestamos culto ao Senhor, todos juntos, como um só corpo (que fala muitas línguas).

E por fim, Deus presenteou a cada um dos missionários nos enviando em grupos para as casas de alguns irmãos que podiam nos receber para passarmos a tarde juntos deles. Eu sei que como Tikva e John, todos os panamenhos que abriram suas casas agiram com extremo amor. Ainda não dominamos completamente o espanhol, nem conhecemos cada um dos detalhes da cultura panamenha, mas com certeza nosso coração também é panamenho.

Carlos Wesley de Oliveira Lago, 5ª RE

SEGUNDA-FEIRA, 23 DE JULHO

O dia de hoje amanheceu chuvoso, cinzento e com uma briza suave, nada que abalasse a animação do povo brasileiro, logo levantamos e partimos. Tomamos café da manhã, olhava pela janela e a chuva insistia em voltar.
Ficou ficou decidido que iríamos fazer compras, já que os preços são bem mais em conta do que no Brasil. O shopping era maravilhoso, eu particularmente queria comprar o máximo que eu pudesse, era tudo muito barato! Um dos nossos companheiros se emocionou ao poder comprar presentes para a família dele, nos mínimos detalhes via o cuidado do Senhor.
Compramos, nos divertimos bastante, almoçamos, passamos no mercado para comprar as coisas da janta, e que janta! Danilo nos fez um macarrão incrivelmente gostoso. Após a janta, iniciamos o compartilhar, que momento de Deus! Todos muito felizes e regozijando com tantas coisas especiais que receberam do Espírito nos dias, muitas amizades foram feitas, pessoas se entrelaçaram, todos em um só propósito e a alegria era notória, acompanhada de lágrimas de muita emoção. Foi feita uma oração pelos jovens da igreja que nos recebeu com muito carinho e hospitalidade, abençoamos as vidas e ministério de cada um deles. Pra fechar com chave de ouro, todos nos abraçamos em um momento lindo de intensa comunhão.

Dayane Horst dos Santos Pereira, 1ª RE

 

A missão não acabou, por isso, nos ajude em oração pelo Panamá, pela continuidade das sementes que foram plantadas e para que o Senhor dê forças e sustente os nossos irmãos que continuam o trabalho. Oremos também para que aqueles brasileiros que foram impactados servindo ao Senhor em outro país continuem a semear em suas igrejas locais, distritos e regiões.

Até a próxima!

 

Blog

9 razões para participar do Treina Malta

Vocês já devem ter visto que as inscrições para o Treina Malta estão abertas. Eu participei em 2015, lá em Londrina, e sério, foi um importante divisor de águas na minha vida espiritual. Mas se por acaso você ainda tem alguma dúvida se deve ou não participar, segue uma lista com boas razões para você se inscrever e mergulhar 🙂

1. Ganha muita base bíblica sobre tudo que diz respeito à missão.
2. Tem a oportunidade de aprender com professores experientes e cheios de bagagem.
3. Descobre como é, na real, a vida de um missionário.
4. Recebe treinamento para colocar a mão na massa, de fato, e participar de projetos missionários.
5. Fica por dentro do panorama da missão no Brasil e no mundo.
6. Fica imerso, por uma semana, em um ambiente de intenso aprendizado.
7. Conhece jovens do Brasil inteiro e ainda por cima faz bons amigos.
8. Se desconecta para conectar.
9. É bom e é nosso 🙂

Decidiu participar? Corre lá e faz sua inscrição, então!

Blog

Do Brasil para o Panamá

Pelo terceiro ano consecutivo mais um grupo de missionários brasileiros desembarca no Panamá. O projeto, que impulsiona jovens das igrejas metodistas a cumprirem o Ide, é focado na evangelização e fortalecimento das igrejas metodistas do país. A iniciativa termina dia 22 de julho. Até lá, acompanhe tudo que está acontecendo pelo Instagram da Agência Malta. Antes disso, dê uma olhadinha no diário de bordo da Fabi 🙂

Ao desembarcar no aeroporto de Tocumen, Panamá , e sentir o clima quente , após horas intermináveis de vôo, é a hora de saber: você chegou. E aqui, se chega a tantos lugares….Se chega ao lugar de superação dos próprios limites, ao lugar de fé por ver a provisão de Deus, ao lugar de consolidação de ministério. O Panamá te abraça na pessoa das crianças alegres e coloridas, na pessoa das mulheres com seus olhares acolhedores, no dia a dia ao lidar com cada “hermano e hermana”. Com certeza, na hora de ir embora haverá aquele choro de saudade, de vontade de conversar mais um pouco, de conhecer mais um pouco….Mas, por hora começamos, chegamos e prosseguimos em conhecer a Deus e aos irmãos panamenhos.

Blog

Você tem a mente de Cristo?

Antes de levar cura e transformação às pessoas, essa mudança precisa bater primeiro na porta da nossa casa. Às vezes até temos boas intenções, mas nem notamos que situações que aconteceram no passado moldaram nosso caráter e transformaram a essência original que Deus colocou dentro de nós.

Isso pode comprometer bastante a qualidade do exercício do nosso chamado. E é por isso que precisamos, por tantas vezes, dar um reset na nossa alma e mudar coisas que já estão tão enraizadas dentro de nós. Parece fácil, mas não é tão simples assim. É como dizer para um adulto habituado a fazer algo corriqueiro, como escovar os dentes sempre da mesma forma, que existe uma nova maneira de se fazer isso.

Por mais redundante que pareça, nossa sorte é que Deus é capaz de mudar nossa sorte. Como bom conhecedor da sua criatura, Ele sabe os novos caminhos que precisamos trilhar. Resta-nos então, ouvir sua sugestão e não ter medo de sair da zona de conforto de sempre. Eu costumo declarar a mente de Cristo sobre mim. Pois quando a mente dEle opera em nós, pensamos como Ele pensa, agimos como Ele age, amamos o que Ele ama e também detestamos o que Ele detesta.

Se você ainda não se vê assim, te encorajo a remodelar seus pensamentos e vivenciar, na íntegra, 1 Coríntios 2.16: “Quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? Nós, porém, temos a mente de Cristo”.